O que pensam os filósofos contemporâneos: um diálogo com Singer, Dennett, Searle, Putnam e Bauman

SINOPSE

Filosofia contemporânea.

A filosofia, no transcorrer dos tempos, tem sido o meio para compreender muito daquilo que foge ao nosso imaginário. Se, para Shakespeare, há muito mais coisas entre o céu e a terra do que julga a filosofia, é ela o caminho para reflexão sobre todas essas coisas que existem na terra, sejam elas físicas ou não. Isso porque é característica básica do filósofo e do pensar filosófico formular questionamentos, argumentos e conclusões a ponto de causar surpresa acerca do que imaginávamos entender e conforto sobre aquilo que, até então, não tinha sentido claro.

“Mas, como diria Wittgenstein, como devemos pensar aquilo que pensamos? Todo o nosso pensamento seria construído de proposições genuínas dotadas de clareza, simplicidade e, portanto, teriam significado?” (Léo Peruzzo Júnior)

É claro, está também na filosofia o campo para buscar respostas a esses questionamentos. O campo das análises, da desobstrução do pragmatismo e das reinvenções acerca do mundo que tem nas fronteiras do pensamento suas verdadeiras matizes.

E por falar sobre mundo, mediante a tantas mudanças, transformações, reconstrução de princípios e valores, O que pensam os filósofos contemporâneos?

Léo Peruzzo Junior é quem nos apresenta a resposta nesta obra que configura um verdadeiro diálogo entre Peter Singer, Daniel Dennett, John Searle, Hilary Putnam e Zygmunt Bauman. Professor e doutor em filosofia, Léo tem em sua obra livros sobre Wittgenstein, Filosofia e Linguagem e Ideias Filosóficas e Sociais. Neste livro, ciente da dificuldade de selecionar nomes entre as mentes brilhantes do cenário filosófico contemporâneo, Léo apresenta o resultado de três anos de diálogo com os autores, perpassando algumas de suas principais ideias que têm despertado cada vez mais um significativo debate nas fronteiras entre ética, consciência, linguagem, realidade e sociedade.

“O que pensam os filósofos contemporâneos? é uma obra provocativa não apenas pelo seu título, mas sobretudo pela postura dialógica do autor, que traz à tona as ideias mais recentes de consagrados pensadores do nosso tempo. A pertinência das questões e a lucidez dos argumentos são aspectos marcantes que permitem à obra cumprir uma dupla função: ser tanto um texto propedêutico e de referência aos iniciantes quanto um instrumento de atualização de pesquisa aos iniciados.” (Prof. Dr. Kleber Candiotto)

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Impresso
Formato: 14 x 20 cm
Páginas: 120
Ano: 2017

E-book
Formato: epub
Páginas: 116
Ano: 2017

Referência
PERUZZO JUNIOR, L. O que pensam os filósofos contemporâneos? um diálogo com Singer, Dennett, Searle, Putnam e Bauman. Curitiba: PUCPRESS, 2017.

AUTOR

Léo Peruzzo Júnior
Doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre e Graduado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Professor do Programa de Pós-Graduação em Filosofia (Mestrado e Doutorado) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e do Centro Universitário Franciscano do Paraná (UNIFAE/PR). Editor da Aurora Journal of Philosophy. Pesquisa os seguintes temas: Metaética, Representação Mental do Conteúdo Moral, Filosofia da Linguagem e da Mente e Filosofia do Direito

COMPARTILHE

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

SUMÁRIO

Prefácio

Introdução

I Peter Singer e a ética prática

II Daniel Dennett e o enigma da consciência

III John Searle: mente, linguagem e sociedade

IV Hilary Putnam: mente, corpo e mundo

V Zygmunt Bauman e a modernidade líquida

Considerações finais

OUTRAS PUBLICAÇÕES