Bioética ambiental

SINOPSE

Bioética Ambiental é a promoção de um diálogo interdisciplinar entre os diferentes saberes, crenças, teorias e concepções de nossos tempos. É o entendimento de que não é possível isolar uma crise social de uma crise ambiental, e que enquanto não encararmos a crise socioambiental como o foco de nossa atenção, estaremos cada dia mais próximos da degradação humana decorrente da degradação a qual expusemos a nossa casa comum. 

Era tanta imensidão jorrando de fontes naturais que nunca nos demos conta de que não eram inesgotáveis. A relação homem-natureza é realmente complexa, por muito tempo se imaginou ser impossível a modificação do meio ambiente em resposta à ação dos homens. Longos séculos de dominação e exploração humana, no entanto, nos mostram os limites de uma degradação que inicia na natureza e se reflete na própria degradação humana. 

Papa Francisco, ao tratar sobre os problemas da nossa Casa Comum em sua Encíclica Laudato Si’, deixa clara nossa responsabilidade em reverter esse cenário quando diz que somos a primeira geração a sentir mais fortemente os efeitos da nossa intervenção no planeta e a última a decidir que futuro queremos para ele. É mais do que chegada a hora de “repensar a função e o papel do homem dentro da natureza, de modo que o viver humano na natureza possa ser concebido como um viver com a natureza e não mais de um viver sob a natureza.”  

No esforço de repensar a aliança da humanidade com o meio ambiente, a bioética ambiental é uma ferramenta indispensável e capaz de promover o diálogo entre as diferentes áreas do saber a fim de eliminar divergências entre as demandas do homem e as demandas da natureza. Esta obra se apresenta como uma importante contribuição da Sociedade Brasileira de Bioética, Regional Paraná (SBB/PR), ao reunir os maiores especialistas do assunto para envolver o leitor em uma reflexão necessária para a criação do nosso futuro. 

Esse livro convida você a embarcar numa substituição de projetos individualistas e materialistas por projetos coletivos, de longo prazo, de reciprocidade e de partilha entre todos. Não se trata de buscar consensos ou uniformizar pensamentos, mas unir-nos em torno de uma necessidade comum. 

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Impresso
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 316
Ano: 2018 

E-book
Formato: epub
Páginas: 382
Ano: 2018 

Referência
SGANZERIA, A.; RAULI, P. M. F.; RENK, V. E. Bioética ambiental. Curitiba: PUCPRESS, 2018
 

AUTOR

Anor Sganzerla 
Doutor em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos. Atualmente é Professor do Curso de Filosofia da PUCPR e Professor permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Bioética da mesma instituição. É membro da SBB/PR (Sociedade Brasileira de Bioética, regional Paraná), do NET (Núcleos de Estudo da Técnica), do NEB (Núcleo de Estudos em Bioética de Curitiba); coordena o Doutorado Internacional em Humanidades na parceria PUCPR com UCM (Moçambique); é membro de três grupos de pesquisa: Hans Jonas, Bioética e Biotecnologia e Bioética ambiental. Pesquisa temas relacionados à Bioética ambiental e também problemas éticos do desenvolvimento da tecnociência. É autor e co-autor de vários artigos científicos, com destaque ao trabalho intitulado Da ética ambiental à bioética ambiental: antecedentes, trajetórias e perspectivas (Revista História, Ciência e Saúde – Manguinhos), e organizador de diversas obras. 
 
Patricia Maria Forte Rauli 
Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2013). Mestre em Educação pela PUCPR (2009). Doutora Honoris Causa em Filosofia da Educação e Embaixadora da Paz pela ODAEE (2017). Especialista em Administração pela UNIFAE (2007). Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná (1989). Diretora Geral das Faculdades Pequeno Príncipe; Presidente do Conselho Superior de Administração da Instituição; Presidente do Colegiado do Programa de Mestrado e Doutorado em Biotecnologia aplicada à Saúde da Criança e do Adolescente das Faculdades Pequeno Príncipe. Atualmente é Presidente da Sociedade Brasileira de Bioética, Regional Paraná (gestão 2017-2019). 
 
Valquíria Elita Renk 
Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal do Paraná (1985); Mestrado em Educação pela PUCPR (2000); Doutorado em História da Educação pela UTFPR (2009). Realiza estágio de Pós-Doutoramento no Programa de Pós-Graduação em Educação na UFPR (2017-2019). É Professora Titular da PUCPR. Professora Permanente no Mestrado em Bioética na  PUCPR e do Mestrado em Direitos Humanos e Políticas Públicas na PUCPR. É líder do Grupo de Pesquisa de Bioética e Educação, cadastrado no CNPQ. Pesquisa na área da Educação, nas interfaces com Bioética, Direitos Humanos, História da Educação e Saúde. Atua nas seguintes áreas: Educação e Bioética, Imigrações e Geografia. É membro da Sociedade Brasileira de História da Educação e da Sociedade Brasileira de Bioética. Integra o Núcleo de Estudos e Pesquisas em História da Formação e das Práticas Educativas. Tem publicações de Bioética e Educação. 

COMPARTILHE

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

SUMÁRIO

Apresentação  

Prefácio 

Fundamentação teórica filosófica da bioética ambiental 

Um olhar bioético da agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável da ONU  

Sustentabilidade e cidadania  

A Bioética ambiental e a Casa Comum  

Direitos humanos e bioética ambiental: da crise dos valores à ética da responsabilidade  

Interfaces entre bioética ambiental e a educação ambiental  

A Bioética Interface saúde: reflexões frente à crise mundial  

Saúde ambiental  

Ética na relação entre economia e ambiente 

Hidroética: água, ética e ambiente  

Ensaio sobre bioética urbana e ecologia  

Agricultura e meio ambiente 

Entre o desperdício, a inocuidade e a escassez: considerações bioéticas sobre insegurança alimentar 

Tecnologia Ambiente e Informação  

Crise ambiental e subjetividade: o olhar da ecologia profunda  

Sobre os autores 

OUTRAS PUBLICAÇÕES